Por que a ODATA é a melhor escolha em colocation da América Latina?

Leitura de 7 minutos
15/02/19

Questões relacionadas à infraestrutura e aplicação de recursos em distribuição de energia elétrica, segurança e conectividade no Brasil são críticas para os negócios em geral. Interrupções no fornecimento de energia, por exemplo, não são raras, assim como notícias sobre “apagões” noticiados no país, seja por falta de geração de energia ou de falhas em sua transmissão.

Cenários como esses e a necessidade cada vez mais forte de operações que funcionem 24 horas por dia, 7 dias por semana, fazem com que empresas e fornecedores de data center busquem evoluções tecnológicas constantes.

Seja em infra, software ou segurança, os data centers precisam ser muito bem construídos e desenvolvidos para suportar a alta conectividade e a troca de dados que a transformação digital está exigindo. Entenda porquê.

Data Centers são essenciais para a evolução dos negócios

Não é exagero afirmar que os data centers são as potências do mundo empresarial. Isso porque, à medida que os avanços tecnológicos continuam a mudar a forma como as organizações fazem negócios, a necessidade de dados e de energia aumenta rapidamente.

Muitas vezes, esse aumento significativo de recursos é grande demais para que muitas empresas consigam lidar internamente, tanto com a infraestrutura tradicional (ou on-premise) existente ou com as equipes internas. Muitas horas e pessoal são necessários para manter a alta demanda.

Assim, a utilização de um serviço de data center, como o Colocation, permite que a empresa modernize sua arquitetura de dados, otimizando suas necessidades de energia.

Nesse cenário, as organizações ainda se beneficiam dos atributos dos data centers de várias maneiras. Mais especificamente, permitem que uma empresa se concentre em seus objetivos de negócio, em vez da manutenção tecnológica.

Desse modo, para se preparar para o futuro, as organizações precisam considerar a expansão das aplicações de TI para as instalações de um provedor especializado, como a ODATA, como parte de seu plano de crescimento e estabilidade.

Assim, ao contar com uma instalação específica, com sistemas redundantes de energia e de refrigeração, naturalmente aumentará a segurança física e cibernética de toda a operação, além de assegurar a produtividade de aplicações críticas.


LEIA MAIS: Segurança do Data Center: como mitigar ameaças físicas, humanas e digitais


Por que escolher a ODATA?

Existem poucos data centers preparados para resolver de maneira efetiva questões relativas a conectividade, necessidades energéticas, de resfriamento, alta disponibilidade e infraestrutura impecável. No caso dos data centers da ODATA, no entanto, esta situação é bem diferente.

Como exemplo, o data center DC SP01, inaugurado em maio de 2017 em Santana de Parnaíba (SP), foi construído e desenvolvido com o que há de mais moderno no segmento. Ocupa um terreno de 23 mil metros quadrados e tem 14.200 m² de área construída e piso elevado de 5.600 m².

Ademais, tudo isso é complementado com outros sistemas e tecnologia de ponta, que garantem o excelente desempenho de toda a operação.

Confira alguns deles:

  1. Equipamentos avançados para garantia de fornecimento de energia, com nobreaks de grande porte (UPS) e geradores a diesel para alimentar cargas eletrônicas em caso de falta prolongada de abastecimento.
  2. Sistema de climatização baseado em grandes chillers que produzem água gelada para arrefecer ou resfriar o ar, produtos ou equipamentos. Os tanques de termoacumulação também são uma redundância que mantêm um pulmão de água gelada.
  3. Sistemas avançados de detecção de incêndio, que captam anomalias com até um mês de antecedência. O sistema é muito sofisticado, a ponto de identificar as partículas da capa de um fio que superaqueceu.
  4. Controle de acesso avançado de dupla ou tripla autenticação, incluindo biometria e cartão magnético. Os clientes têm acesso ao data center ininterruptamente e a operação 24 x 7 é integrada ao centro de monitoramento de segurança e conta com mais de 140 câmeras de segurança de alta definição com detecção automática de movimento.
  5. Os espaços da ODATA contém racks que funcionam como prateleiras ou estantes para instalação dos servidores
  6. A ODATA oferece ainda espaços e salas dedicadas, com a possibilidade de acesso individual e isolado, chamados de wholesale.
  7. Para operações maiores ou necessidades ainda mais específicas, a ODATA constrói e opera data centers dedicados, com seu know-how e capital próprio na concepção, projeto, construção e na operação. Este serviço é chamado de built to suit.
  8. Toda operação e suporte é feita por uma equipe de engenheiros e técnicos, especializados e certificados, para uma abordagem proativa, rápida e eficiente. O time está disponível 24 x 7 x 365, e ao menor sinal de alerta, sua equipe é avisada para garantir a disponibilidade dos sistemas.

CASO DE SUCESSO: Em tempo recorde, ODATA migra e implanta Data Center da SOAP em Colocation


Certificações são sinônimo de garantia de qualidade

Infelizmente, ainda há poucos provedores de serviços de data centers que reúnem as mais avançadas certificações de qualidade. E, em decorrência disso, o mercado vem sofrendo com diversas questões relacionadas, em especial, à disponibilidade.

A ODATA, entretanto, mantém várias delas em todos os seus Data Centers na América Latina:

  • LEED Gold, que mede o nível de sustentabilidade do empreendimento.
  • ISO 9001 que rege a forma como uma empresa utiliza um Sistema de Gestão da Qualidade (SGQ) para padronizar a forma de prestar determinado serviço ou fazer um produto.
  • ISO/ IEC 20000-1, uma norma reconhecida internacionalmente para boas práticas na gestão de serviços de TI (Tecnologia da Informação), compatível com o ITIL.
  • ISO/ IEC 27001 norma que provê um padrão para estabelecer, implementar, operar, monitorar, analisar, manter e melhorar um Sistema de Gestão de Segurança da Informação (SGSI).
  • ISAE 3402 é um relatório de conformidade que atesta a existência no controle do data center, no gerenciamento de acessos físicos e lógicos, gestão dos sistemas de infraestrutura e facilities, gestão de disponibilidade de redes e seus contratos, gestão de pessoas e acesso às informações

LEIA AQUI: Ciberataques a pagamentos virtuais: entenda a importância da certificação PCI-DSS


Parcerias estratégicas

As alianças com os principais players de tecnologia também são fundamentais para garantir o mais alto nível de qualidade em um data center. Por isso, a ODATA se aliou às organizações mais relevantes em operação no mercado latino-americano, que agregam valor ao negócio e permitem à empresa oferecer o mais moderno e seguro sistema de data centers na região.

Conheça alguns dos principais parceiros do Marketplace ODATA:

Além disso, tem investidores que garantem sua solidez financeira, como o Patria Investimentos e a CyrusOne – mais uma das razões pelas quais a ODATA é uma excelente opção de modelo colocation de data center.


SAIBA MAIS: ODATA: Soluções flexíveis e inovadoras para os melhores Data Center da América Latina


Mitigação de riscos

Existem formas de reduzir os riscos e a ODATA tem, de acordo com sua certificação Tier III, o indicador de 99,982%, que representa em torno de 1,5 horas de downtime em um ano.

Mas vamos destacar mais uma, relacionada a downtime, o tempo que seu servidor fica fora do ar, comprometendo a disponibilidade dos sistemas. Quanto menor o downtime de um data center, maior o uso dos serviços e a satisfação de quem os utiliza.

Na prática, conseguir 100% de disponibilidade é bastante difícil por diversos fatores, que incluem as condições de infraestrutura, a qualidade do serviço de conectividade entregue pelo provedor de internet, segurança e nível de serviço, entre outros.

No entanto, a mitigação da latência e a manutenção da disponibilidade e a resiliência da rede são prioridades absolutas para a ODATA, que tem seus data centers certificados pelo Uptime Institute.


SAIBA MAIS: 75% dos eventos de downtime em Data Centers poderiam ser evitados


Reconhecimento

O Data Economy divulgou o “Americas 50“, com os 50 profissionais que lideram os segmentos de data centers, cloud e edge computing no mundo.

Ricardo Alário Arantes, CEO da ODATA, foi destacado como uma das personalidades do meio, um reconhecimento a tudo que ele vem construindo ao longo de sua carreira e reafirmando sua contribuição para o mercado.

Gary Woitaszek, CEO da CyrusOne, também foi destaque na publicação. A empresa americana é parceira estratégica da ODATA para atendimento de clientes internacionais na América Latina.

Ebook guia definitivo para migrar sua infraestrutura de TI para um Data Center moderno, flexível e escalável

Conclusão

Essas informações demonstram porque colocation na ODATA é uma ótima opção para modernizar a infraestrutura tecnológica da sua empresa.

Sabe o que consideramos como a melhor forma de avaliar um data center? Uma visita. Isso mesmo. Venha nos fazer uma visita e veja bem de perto tudo isso que descrevemos para você. Entre em contato com um de nossos especialistas.

agende um tour ODATA

LEIA TAMBÉM:

E-BOOKS exclusivos

para você conhecer mais sobre o mundo do Colocation

Melhore os índices de sustentabilidade da sua empresa

Fazer o download

Entenda os fundamentos básicos para escolher um modelo de data center

Fazer o download

Assine nossa newsletter

A ODATA utiliza cookies para melhorar sua experiência, de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com essas condições.