Colocation Data Center ODATA

Colocation Data Center: saiba como apoia o crescimento dos negócios

Leitura de 11 minutos
15/12/21

Resiliência e segurança são dois fatores que estão ganhando destaque no universo corporativo, sobretudo quando o assunto é o setor de TI. E, nesse sentido, o Colocation Data Center é um serviço que auxilia, justamente, na implementação de uma infraestrutura de dados robusta e eficiente.

Enquanto, antigamente, as empresas dependiam de um Data Center instalado em seus escritórios, hoje esses equipamentos podem ser alocados em edifícios independentes, que são geridos por provedores especializados. Ao mesmo tempo, companhias que estão começando a compor seu esqueleto de TI também podem se beneficiar dessa alternativa, criando uma arquitetura adequada às suas necessidades.

Contudo, para escolher a melhor estratégia para o seu negócio, é preciso, antes, entender o serviço em si e as vantagens que oferece. Para isso, neste artigo, explicamos:

  • O que é Colocation
  • Como funciona o Colocation Data Center
  • O diferencial do Colocation em relação aos demais modelos de Data Centers
  • Benefícios que a solução traz a organizações dos mais diferentes setores

Siga conosco e boa leitura!

O que é Colocation?

Co-location, Colocation ou Housing: apesar de poder ser chamado (ou escrito) de maneiras diversas, consiste, basicamente, do aluguel de espaço físico para a hospedagem do maquinário necessário à manutenção de uma infraestrutura de dados. Em algumas localidades, como no Brasil e demais países da América Latina, o termo Colocation é o mais utilizado; em outras, como na Alemanha, na Espanha, e em Portugal, Housing é o termo mais comum.

Assim, de um modo geral, o conceito trata da alocação de hardware, como servidores privados e equipamentos de rede, em um edifício dedicado e terceirizado. Ou seja, consiste de tirar essas máquinas do escritório (modelo conhecido como Data Center Tradicional ou On-premise) e as instalar em um espaço alugado, totalmente voltado a este propósito.

Colocation Data Center

Por conseguinte, um Colocation Data Center (que também pode ser chamado de Colocation Center, de Data Center de Colocation ou, ainda, de ‘Carrier Hotel’), nada mais é que um edifício concebido, construído e mantido, de forma independente, por um provedor especializado – como a ODATA, por exemplo -, exclusivamente para executar a função de um Centro de Processamento de Dados.

Desse modo, empresas de todos os tamanhos e setores podem contratar, como serviço, a hospedagem de múltiplos servidores, em modalidades distintas, que atendem às necessidades específicas de cada organização. Para isso, o Colocation Data Center oferece recursos essenciais para que os equipamentos funcionem adequadamente, como racks, gabinetes, cages ou salas inteiras, dependendo da demanda.

No edifício de Colocation, é oferecida toda uma infraestrutura nativamente preparada para receber os servidores dos clientes, o que inclui, serviço de limpeza, sistemas de refrigeração, para evitar superaquecimento. Por sua vez, além das instalações em si, utilizam dispositivos de armazenamento de dados e a largura de banda de rede disponível no Data Center, interconectando-se a vários provedores de telecomunicações e outros serviços de rede.

Além disso, o Colocation Data Center também dispõe de múltiplas opções de conectividade e de segurança de alto padrão, bem como fornecimento de energia redundante. Elementos que, para serem mantidos no escritório, representam custos mensais elevados para a operação.

Ademais, esta solução normalmente disponibiliza uma equipe de suporte de TI disponível 24×7, para cuidar da manutenção, de upgrades e da prevenção de problemas.  

Receba conteúdos relevantes sobre Data Center, Modernização de Infraestruturas de TI e tendências tecnológicas da ODATA

Responsabilidades do provedor e do contratante do Colocation Data Center

Embora possa variar de acordo com o serviço contratado, em linhas gerais, o provedor de serviços de Colocation fica responsável por oferecer a infraestrutura e o cliente, pelo hardware. 

Como exemplo, enquanto os equipamentos estão alocados em ambientes monitorados e com manutenção constante, se houver problemas com as peças em si, a responsabilidade pelo conserto ou pela troca está no âmbito do contratante.

Por outro lado, garantir que esses dispositivos estejam corretamente conectados às fontes de energia e à rede de internet, assim como preservá-los de acesso a pessoas não autorizadas, é uma atribuição do provedor de serviços de Colocation Data Center.

Hoje, com a expansão dos serviços, já existem soluções de Colocation Gerenciado. Nesse caso, além das comodidades já mencionadas, há profissionais especializados que podem cuidar do servidor e de aplicações existentes.


LEIA MAIS: Data Center: saiba tudo sobre essa estrutura crucial para os negócios


Colocation Data Center: tendência de crescimento até 2025

Inegavelmente, a adoção do Colocation por organizações de todos os tamanhos está em franca ascensão, seja em virtude do crescente número de usuários aderindo ao trabalho remoto, à implementação do 5G, que demanda estruturas de rede mais robustas e estáveis, ou à progressiva conscientização de gestores e usuários finais para a importância da redução da pegada de carbono.

Adicionalmente, a necessidade crescente de expandir, mover ou consolidar Data Centers para acompanhar este cenário está encorajando os gestores de tecnologia a aderirem aos serviços de Colocation, visando à redução de custos e o aumento da confiabilidade e da segurança operacional.

E velocidade com que essa infraestrutura deve ser migrada ou implementada está se tornando tão importante quanto colocá-la no ambiente certo. Essa é a ideia por trás do conceito de ‘infraestrutura just-in-time’, listado pelo Gartner como uma das principais tendências para 2022. E, nesse sentido, o Colocation Data Center se destaca como uma das opções mais qualificadas.

Além disso, a exigência de um centro de processamento de dados confiável, seguro e escalonável é a principal força motriz que vem impulsionando o mercado global. Nessa passada, estima-se que o setor de Colocation Data Center chegue a US$ 92 bilhões até 2025, a uma taxa de crescimento anual composta (CAGR) de 14,5%.


SAIBA MAIS: 10 mitos e verdades sobre Data Centers remotos


Nível de eficiência alinhado à necessidade do negócio

De um modo geral, o Data Center de Colocation pode ser categorizado por sua capacidade e disponibilidade. Hoje, essa organização ocorre em camadas conhecidas como ‘Tier’, que vão de I a IV. 

Assim, à medida que o nível vai subindo, aumenta-se a redundância da infraestrutura. Na prática, isso significa que há uma menor probabilidade de downtime – ou interrupção de disponibilidade -, mesmo em casos críticos, o que faz do Tier IV o mais resiliente. 

Camadas do Data Center

  • Tier I: Energia não redundante, resfriamento e conectividade de rede;
  • Tier II: Pelo menos alguma redundância para energia e refrigeração;
  • Tier III: Capaz de suportar uma queda de energia de 72 horas;
  • Tier IV: Capaz de suportar uma queda de energia de 96 horas.

Apesar disso, não significa que, para qualquer negócio, a opção mais recomendada seja a última camada. Para definir o melhor modelo de Data Center para a sua TI, é preciso considerar o foco da companhia, seu setor e operações diárias. Só assim, será possível decidir a alternativa ideal e com melhor custo-benefício.


LEIA MAIS: Como o Colocation ajuda a reduzir custos e a aumentar a disponibilidade de TI


Colocation, hosting e cloud: quais as diferenças?

Com a aceleração da evolução digital e as mudanças que vem ocasionando nos modelos de negócio, é bom ficar atento às diferentes tecnologias disponíveis para compor a infraestrutura base. Sendo assim, além do Colocation, explicamos abaixo dois outros serviços que são bastante utilizados atualmente e que, integrado, compõem modernas arquiteturas híbridas: 

Hosting

O serviço de hosting é muito próximo ao de Colocation. Então, como exemplo, também consiste de utilizar um Data Center terceirizado. Entretanto, nesse modelo o cliente não fornece o hardware, mas o contrata junto a licenças de software, administração do ambiente e serviços especializados.

Vale, ainda, adicionar que, caso o serviço contratado seja o Hosting Dedicado, além das demais comodidades, não há compartilhamento de recursos com outros clientes. 

Essa solução, de modo geral, é bastante utilizada pelos empreendedores, pois não depende da aquisição de um servidor e equipamentos pela companhia. Ao mesmo tempo, também deixa mais responsabilidades nas mãos do provedor, uma vez que este controla e gerencia toda a estrutura.

Tanto o Hosting Dedicado quanto o Colocation oferecem vantagens, como a dedicação de recursos para o cliente. No entanto, no primeiro, que cobre a camada de hardware e a estrutura de TI, o custo mensal da operação pode ser mais elevado.

Cloud

Ambientes de Cloud Computing oferecem infraestrutura, assim como as demais alternativas, que são contratadas como serviço. Porém o fazem pela nuvem, ao invés de se basearem em ativos físicos. No modelo de nuvem pública, essas instalações são compartilhadas, como acontece no Colocation, o que proporciona uma economia de custos. Já na nuvem privada, há exclusividade, mas por um preço mais elevado.

Nessa modalidade de serviço de Data Center, é o provedor quem faz a gestão de servidores, armazenamento e elementos de rede. Apesar disso, para acompanhar o crescimento do negócio na cloud, pode ser necessário comprar mais espaço virtual para armazenamento, o que, eventualmente, elevaria os preços.

Ebook guia definitivo para migrar sua infraestrutura de TI para um Data Center moderno, flexível e escalável

Qual é o melhor modelo de Data Center?

Em resumo, pode-se diferenciar os modelos de Data Center da seguinte forma:

  • On-Premise: a empresa constrói o edifício, geralmente instalado nas dependências da companhia. Também adquire os equipamentos é é responsável pela instalação e manutenção de toda a arquitetura;
  • Colocation: a empresa fornece hardware, o provedor cuida de toda a infraestrutura com espaço idealmente desenhado para receber o equipamento;
  • Hosting: o cliente é responsável pela camada de aplicações; todos os demais serviços estão sob gestão do provedor de serviços de Data Center terceirizado;
  • Cloud: a contratante paga pela capacidade utilizada; o provedor fornece gestão de servidores, armazenamento e elementos de rede de forma virtual.

Em outras palavras, para aproveitar os melhores benefícios de cada uma das modalidades, investir em uma arquitetura híbrida pode ser o melhor caminho.


LEIA MAIS: Colocation ou Multicloud? O futuro do seu Data Center é híbrido


Conheça as vantagens do Colocation para os negócios

Mesmo com a alta da digitalização, a realidade é que muitas grandes organizações ainda preferem manter um servidor próprio. Dessa forma, o Colocation Data Center aparece como uma solução ideal para manter essa estrutura, em condições ideais para fomentar o crescimento do negócio.

Entre os principais benefícios do serviço, podemos destacar:

  • Conectividade – oferece níveis mais elevados de largura de banda. Hospedar o hardware de dados em um Data Center de Colocation dá às empresas acesso a um serviço de conectividade mais estável, mais rápido e de melhor qualidade, em comparação com uma sala de servidor de escritório normal, a um custo adequado;
  • Controle – o cliente mantém o uso dos equipamentos próprios, da mesma forma como era internamente;
  • Economia – reduz gastos em relação à construção, manutenção e atualização de um Data Center Tradicional;
  • Escalabilidade – alugar mais espaço em uma instalação de Colocation é menos caro do que construir ou expandir um Data Center;
  • Redundância – oferecem maior proteção contra quedas de energia, uma vez que possuem diversos backups de dados existentes e fontes de fornecimento de eletricidade redundantes.
  • Segurança – o Data Center de Colocation conta com protocolos de segurança física rígidos, além de poder oferecer proteção cibernética.

LEIA MAIS: Edge Computing: saiba como o Colocation maximiza a performance do Data Center


Os Data Centers da ODATA

De origem brasileira, a ODATA é uma das mais reconhecidas provedoras de serviços de Data Center, dedicada a fornecer infraestrutura de TI escalável, confiável e flexível na América Latina.

Como especialista em serviços de Colocation, a ODATA vem ajudando organizações em diferentes estágios de maturidade digital no desenvolvimento de uma estrutura tecnológica preparada para o futuro.

Para isso, sua equipe de especialistas está sempre pronta para disponibilizar um ambiente dedicado e seguro, com energia redundante, refrigeração e ultraconectividade sob medida, de acordo com a necessidade de cada organização.

Assim, os clientes da ODATA contam com total disponibilidade em seus Data Centers, o que os ajuda a potencializar a produtividade do negócio. As soluções de Colocation compreendem desde o meio rack de alta densidade de energia, cages para ambientes menores até wholesale. 


SAIBA MAIS: Data Centers ODATA: expansão na América Latina para apoiar crescimento digital da região


Conclusão

Para a assegurar a continuidade do negócio e estruturar uma operação resiliente, é preciso manter uma estrutura de Tecnologia da Informação (TI) que seja capaz de suportar toda a demanda. Mais do que isso, deve apoiar todos os processos, auxiliando o crescimento da empresa, em vez de ser uma barreira.

Além disso, cada vez mais, as companhias irão implementar novas tecnologias, como os dispositivos conectados da Internet das Coisas (IoT), de Big Data ou de soluções de Inteligência Artificial. Essas inovações, pertinentes à era dos dados que estamos vivendo, consequentemente aumentarão o volume de informações geradas e captadas. 

Da mesma forma, a chegada do 5G também irá afetar esse âmbito dos negócios, elevando o potencial dos recursos já utilizados hoje em dia. 

Como resultado, é inegável que haverá maior demanda de processamento e armazenamento de dados. Por isso também, o Colocation Data Center deve estar ainda mais presente nas estratégias corporativas. 


Quer potencializar os resultados de negócio da sua empresa? Agende um tour a um dos Data Centers de Colocation da ODATA e entenda o que podemos fazer por você.

agende um tour ODATA

E-BOOKS exclusivos

para você conhecer mais sobre o mundo do Colocation

Melhore os índices de sustentabilidade da sua empresa

Fazer o download

Entenda os fundamentos básicos para escolher um modelo de data center

Fazer o download

Assine nossa newsletter

A ODATA utiliza cookies para melhorar sua experiência, de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com essas condições.