O impacto da computação quântica nos Data Centers

Leitura de 15 minutos
03/07/24

A necessidade de lidar com grandes volumes de dados e de realizar cálculos complexos em tempo real tem impulsionado a demanda por uma capacidade de processamento cada vez maior nas operações de TI. Diante desse cenário, é impossível não pensarmos nas exigências que as novas tecnologias digitais impõem sobre as estruturas de dados, tal qual o impacto da computação quântica nos Data Centers.

A verdade é que o cenário digital está revolucionando a forma como as infraestruturas de TI funcionam, oferecendo habilidades inéditas para processamento e resolução de problemas. No entanto, essa mudança traz consigo a urgência da modernização.

Sem as atualizações adequadas, em termos de hardware, software, de poder computacional e de energia para sustentar sua performance, os Data Centers convencionais enfrentarão desafios consideráveis para se adaptarem e tirarem total proveito de tecnologias como a computação quântica. De fato, a falta de adaptação pode resultar em uma rede ultrapassada, que não conseguirá suportar a carga e a complexidade das operações.

Sem essas atualizações, as novas tecnologias podem representar um desafio, em vez de uma solução, para organizações que não estejam prontas para lidar com suas demandas exclusivas.

Quer saber mais sobre o impacto da computação quântica nos Data Centers e o que será preciso fazer para que a sua empresa aproveite todo o seu potencial? Leia a seguir:

Entendendo a computação quântica

A computação quântica é uma das novas tecnologias mais promissoras, tida como a vanguarda da ciência da computação. Também é uma das mais complicadas de se desenvolver, já que se baseia em princípios altamente sofisticados para alcançar níveis de processamento inatingíveis pelos computadores clássicos.

De acordo com uma definição da Amazon, computação quântica é um campo multidisciplinar que compreende aspectos da ciência da computação, da física e da matemática e que usa a mecânica quântica para resolver problemas complexos mais rapidamente do que em computadores tradicionais.

Entre os principais conceitos relacionados a esta tecnologia, vale destacar:

  • Qubits: são as unidades básicas de informação quântica, que podem representar simultaneamente 0, 1 ou ambos os estados devido à superposição;
  • Superposição: permite que um qubit exista em múltiplos estados ao mesmo tempo, revolucionando o paralelismo computacional;
  • Entrelaçamento: trata-se de um fenômeno onde qubits interconectados compartilham estados, possibilitando a transferência instantânea de informações entre eles, independentemente da distância.

Princípios de funcionamento da computação quântica

Os computadores quânticos se diferenciam da computação clássica pela capacidade de explorar múltiplas possibilidades simultaneamente, em vez de processá-las sequencialmente. Assim, proporciona vantagens consideráveis, em termos de processamento e resolução de problemas complexos.

Os avanços recentes nesta tecnologia têm evoluído a novas alturas, trazendo inovações que prometem remodelar diversos setores. De fato, a computação quântica tem o potencial de revolucionar indústrias inteiras, desde finanças e saúde até aeroespacial e defesa, por oferecer soluções para problemas considerados intratáveis até agora.

Nesse sentido, suas aplicações potenciais incluem:

  • Otimização: aperfeiçoamento significativo em processos como logística e gerenciamento de cadeias de suprimentos;
  • Simulação: habilidade para simular sistemas quânticos complexos, beneficiando áreas como química e ciência dos materiais;
  • Criptografia: desenvolvimento de métodos de criptografia quântica para comunicações ultra-seguras, essencial para a segurança da informação.

Os algoritmos quânticos, como o algoritmo de Shor para fatoração, e o algoritmo de Grover para busca, demonstram a capacidade de resolver problemas de forma exponencialmente mais rápida do que os algoritmos clássicos, abrindo novas possibilidades para a análise de dados e a otimização de processos.

Assine a newsleter Data Center Insights

Limitações e desafios atuais

A aplicação desta nova tecnologia no dia a dia dos negócios já é uma realidade, ao passo que a implementação de sistemas de qubits em alguns centros de dados tem demonstrado sua viabilidade. No entanto, apesar dos avanços consideráveis, ainda há diversas limitações e desafios técnicos que precisam ser superados para sua adoção em larga escala.

A estabilidade dos qubits, por exemplo, continua sendo um obstáculo, com a decoerência representando um obstáculo persistente. Além disso, a escalabilidade dos sistemas quânticos é uma questão complexa, que requer interconexões robustas entre um grande número de qubits. Desse modo, o impacto da computação quântica nos Data Centers ainda é um desafio considerável a ser contornado.

A correção de erros quânticos também é fundamental para assegurar operações precisas e confiáveis. Enquanto essas barreiras estão sendo superadas, a plena integração da computação quântica nos centros de dados ainda demanda progressos significativos em hardware, software e técnicas de mitigação de erros.


LEIA TAMBÉM: Estratégias de aceleração digital: o papel do Data Center no suporte às tendências tecnológicas


O cenário global

De acordo com uma apuração da consultoria Market Research Future, o mercado de computação quântica promete saltar de USD 1,02 bilhão em 2024 para USD 6,95 bilhões em 2032, com uma taxa de crescimento anual composta (CAGR) de 27,04% ao longo do período. Seus analistas atribuem esse notável crescimento ao aumento da adoção de aplicações baseadas em machine learning, assim como pela expansão dos sistemas de computação quântica em si.

A verdade é que esta tecnologia está se difundindo por várias indústrias, por ser capaz de solucionar problemas complexos, que são impraticáveis para os computadores clássicos. Como exemplo, a criptografia e a comunicação segura baseadas em princípios quânticos vêm ganhando destaque devido à segurança inerente proporcionada pela distribuição de chave quântica (QKD), que assegura canais de comunicação resistentes a interceptações.

No setor financeiro, por exemplo, a tecnologia quântica promete transformar a detecção de fraudes em tempo real, proporcionando uma precisão inatingível pelos sistemas tradicionais que resultará em economias substanciais e maior proteção contra crimes cibernéticos.

Os avanços significativos no hardware, incluindo qubits, processadores e memória quântica, têm aprimorado consideravelmente o desempenho e a confiabilidade dos sistemas quânticos, abrindo caminho para aplicações práticas. O desenvolvimento dos qubits aprisionados iônicos e dos topológicos, que apresentam excelentes propriedades de coerência e capacidade robusta na correção de erros, são exemplos dessas inovações.

Além disso, já se atesta um aumento importante no número de empresas que oferecem soluções em hardware quântico, voltadas ao desenvolvimento de processadores escaláveis e confiáveis. Esse cenário tem sido impelido, em especial, pelos crescentes investimentos em pesquisa e desenvolvimento por parte dos governos, das gigantes da tecnologia e das companhias de capital de risco.

Hoje, organizações renomadas, como IBM, Google, Microsoft e Amazon lideram esforços ao lado de universidades, centros de pesquisa e startups para aprimorar as funcionalidades dos sistemas quânticos. Essas parcerias e investimentos desempenham papel fundamental no avanço tecnológico e no estímulo ao crescimento do setor de computação quântica, com a promessa de transformar diversas áreas industriais e solucionar desafios complexos que antes pareciam insolúveis.


LEIA TAMBÉM: Surfando a onda dos Data Centers: desafios e oportunidades nos mercados emergentes


Prós e contras

Como vimos, a computação quântica tem o potencial de revolucionar várias áreas da tecnologia e da ciência, oferecendo capacidades de processamento e armazenamento de dados sem precedentes. No entanto, essa tecnologia emergente também traz desafios significativos que precisam ser superados. Vamos agora explorar seus principais prós e contras:

Vantagens da computação quântica

Execução rápida com velocidades surpreendentes

A computação quântica é capaz de realizar cálculos em velocidades exponencialmente superiores às dos computadores clássicos, graças aos princípios da mecânica quântica, que permitem o processamento simultâneo de informações. Isso possibilita a execução de algoritmos complexos em uma fração do tempo requerido pelos sistemas convencionais, habilitando a resolução de problemas que atualmente são considerados impossíveis.

Eficiência no armazenamento e na recuperação de dados

A memória quântica proporciona capacidades altamente eficientes para armazenar e recuperar dados. Qubits podem abrigar e manipular grandes volumes de dados em estados quânticos, resultando em maior densidade de armazenamento e maior velocidade para acessar informações do que os sistemas clássicos. Isso é particularmente benéfico para tarefas relacionadas à aprendizagem automática e análise de grandes conjuntos de dados.

Habilidade na solução de problemas complexos

A computação quântica demonstra competência na resolução de problemas intricados que envolvem cálculos matemáticos avançados, otimização e simulação. Algoritmos quânticos fazem uso das propriedades especiais da mecânica quântica para encontrar soluções ideais, simular sistemas com alta precisão e lidar com desafios criptográficos de maneira eficaz, abrindo novas oportunidades para avanços na pesquisa e inovação.

Aceleração da computação

Os computadores quânticos oferecem velocidades de processamento significativamente mais rápidas, permitindo que organizações realizem cálculos em tempos sem precedentes. Isso resulta em tomadas de decisão mais ágeis, redução dos prazos de lançamento de produtos e serviços no mercado e aumento da eficiência em diversas áreas.

Desvantagens da computação quântica

Difícil elaboração de algoritmos com precisão quântica

Criar algoritmos para computadores quânticos requer um profundo entendimento da mecânica quântica e conhecimento especializado. A elaboração de algoritmos quantitativos eficazes é complicada e abstrata, tornando o desenvolvimento, depuração e otimização um desafio complexo devido ao comportamento não intuitivo dos sistemas quânticos. Por sua vez, tal característica eleva o impacto da computação quântica nos Data Centers.

Necessidade de temperaturas extremamente baixas

Os computadores quânticos operam com qubits altamente sensíveis a interferências externas, como variações de temperatura e interferência eletromagnética. Manter os estados quânticos dos qubits requer temperaturas próximas do zero absoluto. Isso acrescenta complexidade e custo à infraestrutura, limitando a escalabilidade e acessibilidade da computação quantitativa.

Acesso restrito ao público

Atualmente, os recursos relacionados à tecnologia quântica estão principalmente disponíveis para instituições acadêmicas, laboratórios de pesquisa e grandes empresas de TI. O acesso limitado e os custos elevados tornam difícil a experimentação e a pesquisa, o que limita a adoção generalizada e a inovação na área da computação quântica.

Questões de segurança na Internet

A computação quântica representa uma ameaça aos sistemas criptográficos atuais, uma vez que algoritmos quânticos como o de Shor podem comprometer métodos de criptografia amplamente utilizados, tais como RSA e ECC. Para garantir a segurança cibernética na era quântica, é crucial desenvolver algoritmos criptográficos robustos contra ataques quânticos e implementar tecnologias de criptografia seguras.

Cada um desses pontos positivos e negativos destaca a complexidade e o potencial transformador da computação quântica, evidenciando a importância do investimento contínuo em pesquisa e desenvolvimento para superar os desafios e maximizar os benefícios desta tecnologia revolucionária.


LEIA TAMBÉM: Auditoria de segurança no Data Center: saiba o que é e como se preparar para o processo


Computação quântica e inteligência artificial: revolucionando o futuro da tecnologia

A computação quântica e a inteligência artificial (IA) são inovações tecnológicas disruptivas que, apesar de terem bases distintas, podem se complementar de maneiras significativas.

A principal diferença entre esses dois campos está em seus princípios fundamentais: enquanto a computação quântica se vale dos princípios da mecânica quântica para processar informações simultaneamente e resolver problemas altamente complexos, a IA utiliza algoritmos avançados e modelos de aprendizado de máquina para identificar padrões, tomar decisões e aprender com dados.

Por outro lado, enquanto a computação quântica promete um poder de processamento exponencialmente maior, ideal para cálculos que seriam inviáveis para os computadores tradicionais, a inteligência artificial se destaca na análise de dados em larga escala e na automação de tarefas cognitivas.

As interseções entre a computação quântica e a IA têm o potencial de gerar colaborações inovadoras, especialmente em setores que demandam o processamento de grandes volumes de dados e otimização complexa. A capacidade da computação quântica em acelerar a resolução de problemas relacionados à otimização pode impulsionar algoritmos de aprendizado de máquina, resultando em modelos mais precisos e eficazes. Exemplos práticos incluem otimização de rotas logísticas, previsão do comportamento do mercado e avanços no desenvolvimento de novos materiais e medicamentos.

No futuro, a combinação de ambas as tecnologias poderá resultar em soluções criativas, que aproveitem o processamento quântico e a inteligência preditiva da IA para lidar com desafios complicados de forma mais eficaz.


LEIA TAMBÉM: Generative AI: como sistemas baseados na nova inteligência artificial podem afetar o desempenho do Data Center


O impacto da computação quântica nos Data Centers

À medida que a tecnologia continua a progredir, os potenciais impactos da computação quântica nos Data Centers se tornam cada vez mais evidentes. Embora ainda seja uma abordagem de nicho, espera-se que a computação quântica cause mudanças significativas nas operações dos centros de dados, que terão que se ajustar para integrá-la ao dia a dia da operação.

Verdadeiramente, a computação quântica não apenas promete melhorias no desempenho, mas também apresenta desafios únicos aos centros de dados, exigindo uma revisão completa da infraestrutura existente para que possa ser processada neles. E especial, vale ressaltar:

Requisitos de hardware

Entre os principais entraves estão os requisitos altamente específicos do hardware. Os computadores quânticos necessitam de ambientes controlados, com temperaturas próximas do zero absoluto e interferência eletromagnética mínima. Isso faz com que os Data Centers tenham que redesenhar consideravelmente sua infraestrutura para atender a esses requisitos rigorosos.

Requisitos de software e integração com legado

Além do hardware, o impacto da computação quântica nos centros de dados também se estende aos requisitos do software. Sistemas operacionais e estruturas quânticas, como o Qiskit da IBM e o Cirq do Google, desempenham um papel fundamental no avanço e na implementação de algoritmos quânticos. As ferramentas de desenvolvimento e as plataformas de simulação permitem que os programadores testem e aprimorem seus algoritmos antes de colocá-los em prática em hardware real.

Integrar esses sistemas com tecnologias já estabelecidas é um desafio crucial, que requer soluções para garantir a coexistência e a interoperabilidade entre sistemas clássicos e quânticos. Essa integração, por sua vez, é essencial para garantir que os Data Centers possam aproveitar ao máximo as capacidades quânticas sem prejudicar suas operações atuais.

Capacidade de processamento

A exigência de um poder computacional escalável e resistente nas estruturas de dados é um dos desafios mais complexos, já que a computação quântica promete uma capacidade de processamento muito superior à dos sistemas tradicionais.

No entanto, para oferecer essa alta velocidade de processamento, os centros de dados precisam investir altas quantias para modernizar suas infraestruturas. Isso implica integrar processadores quânticos avançados e estabelecer redes velozes, capazes de lidar com a transferência massiva de informações para assegurar a estabilidade e a eficiência operacional em ambientes altamente complexos.

As adaptações necessárias envolvem não apenas equipamento especializado, mas também a reestruturação das arquiteturas de rede e armazenamento, visando maximizar o potencial disruptivo desta tecnologia emergente.

Consumo energético e a sustentabilidade

Embora a computação quântica prometa ser mais eficiente energicamente em comparação com os sistemas tradicionais, requer um gerenciamento térmico avançado para dissipar o calor produzido pelos processadores quânticos – o que, por sua vez, pode afetar o consumo de energia e a sustentabilidade da operação.

Garantir que os computadores quânticos funcionem em temperaturas extremamente baixas requer sistemas avançados de resfriamento, o que pode aumentar consideravelmente o gasto energético dos Data Centers. Para lidar com essa demanda adicional, os operadores de centros de dados terão que investir em soluções de arrefecimento eficientes, o que envolve a adoção de tecnologias altamente eficientes e a implementação de práticas ambientalmente conscientes para reduzir o impacto na natureza.


LEIA TAMBÉM: Eficiência energética do Data Center: 5 passos para maximizar a sustentabilidade e reduzir custos


Segurança

Não podemos deixar de relacionar a segurança cibernética como um dos maiores impactos da computação quântica nos Data Centers. De fato, à medida que a tecnologia dos computadores quânticos avança, há uma preocupação crescente de que possam comprometer os sistemas atualmente em uso para proteger informações confidenciais.

Para lidar com essa ameaça, é fundamental que os responsáveis pelos Data Centers adotem medidas de segurança sólidas, como a criptografia pós-quântica, capaz de resistir aos possíveis ataques vindos de aplicações quânticas. A implementação dessas estratégias de segurança desempenhará um papel vital na proteção das infraestruturas de TI e na garantia da continuidade das operações em um cenário cada vez mais digital e conectado.


LEIA TAMBÉM: Redundância de Data Centers: mais segurança e estabilidade para sua empresa


Precisa de ajuda para modernizar a sua infraestrutura de dados?

Fale com a ODATA

E-BOOKS exclusivos

para você conhecer mais sobre o mundo do Colocation

E-Book: Tendências Tecnológicas 

Fazer o download

Melhore os índices de sustentabilidade da sua empresa

Fazer o download

Assine nossa newsletter

A ODATA utiliza cookies para melhorar sua experiência, de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com essas condições.