Fale conosco
ENTRE EM CONTATO CONOSCO EM:
+55 11. 4871.2924
OU VEJA OS NÚMEROS
DAS OUTRAS LOCALIDADES
Converse pelo CHAT
ON-LINE agora
Obtenha ajuda on-line e converse
com um representante ODATA
FALE CONOSCO

Envie-nos um e-mail com
comentários, questões ou feedback

Odata procura "âncoras" para viabilizar novos data centers

Fonte: DCI
23/11/2017

Empresa do fundo Pátria Investimentos sai em busca de grande cliente que garanta rentabilidade de empreendimentos no Rio de Janeiro e Campinas


São Paulo – Após concluir aporte milionário na construção de data center em Santana de Parnaíba (SP), a Odata já vislumbra a viabilização de novas unidades em Campinas e no Rio de Janeiro. Para tal, a empresa de terceirização de infraestrutura só aguarda a chegada de clientes “âncora” que justifiquem o investimento inicial.


Parte da carteira da gestora Pátria Investimentos (que administra US$ 9,3 bilhões em ativos), a Odata também observa a possibilidade da construção de outros data centers em vizinhos latino-americanos e no Nordeste, onde Recife (PE) e Fortaleza (CE) despontam como opção. Na capital fluminense e na cidade campineira, contudo, os trâmites já estão em fase mais avançada.


“[Nos dois casos] já temos conversa com âncoras, ideias de demanda, de prazos e de qual será o terreno”, afirmou ao DCI o diretor comercial da empresa, André Busnardo. Por “âncora” o executivo se refere à clientes comprometidos a utilizar parte significativa – como um terço – do espaço físico disponível para o armazenamento de grandes volumes de informação.


Fruto de investimento de mais de R$ 150 milhões que podem virar R$ 400 milhões quando a estrutura estiver operando em plena capacidade, o data center paulista inaugurado pela Odata em maio não precisou de tal figura. Segundo Busnardo a construção (empreendida em um intervalo de sete meses) do ativo foi iniciativa “especulativa” voltada para validação da demanda pelo serviço. Desde a assinatura do primeiro contrato em junho pelo menos quinze clientes já passaram a
utilizar a infraestrutura. Entre eles, uma grande companhia de telecomunicações que contratou duas das doze salas de TI previstas no projeto, com opção da utilização futura de mais duas.


“Podemos dizer que essa é a nossa âncora”, afirmou Busnardo, sinalizando que a construção de unidades em outras cidades não está relacionada com o esgotamento da capacidade da primeira. “Sempre é interessante ter um estoque.”
Com a importância crescente do armazenamento em nuvem e de serviços como internet das coisas e big data, a expectativa é que setores como saúde, manufatura, comércio eletrônico, serviços financeiros, telecom e governo considerem cada vez mais a terceirização da infraestrutura (ou colocation) ao invés da construção de ativo próprio. Também estão na mira grandes provedores de nuvem como Amazon, Google e Microsoft. “Os provedores de cloud precisam de infraestrutura local”.


No cenário doméstico, contudo, a terceirização da infraestrutura de data center ainda não é prática tão comum entre as empresas. Um estudo recente da consultoria IDC encomendado pela T-Systems constatou que entre as brasileiras de grande porte, 85% ainda não realizam o outsourcing do serviço. Já a Odata mede o mercado potencial a partir do baixo número de data centers voltados para nuvem existentes no Brasil – ou pouco menos de 40. Nos Estados Unidos há mais de 1,5 mil estruturas do gênero.


Além da fronteira


Iniciada no segundo semestre após começo da construção de um novo data center na Colômbia (a previsão de investimento chega aos US$ 100 milhões), a Odata já estuda novos passos do movimento de internacionalização visando mercados como o peruano, o chileno e o argentino – nos três países o planejamento ainda se encontra em fase inicial.
André Busnardo também admite um interesse extra pelo mercado de colocation mexicano, considerado diferente do sulamericano pela proximidade com os Estados Unidos Neste caso, a estratégia ideal seria a aquisição de um player de menor porte.

GOSTARIA DE FALAR COM UM ESPECIALISTA EM COLOCATION?
FALE COM A ODATA
SÃO PAULO
+55 11 4871.2924

DATA CENTER SP01
+55 11 4871.2851

COLÔMBIA
+571 7682953
Copyright © 2018 ODATA. Todos os Direitos Reservados.