FAQ

Aqui você encontra respostas para as perguntas mais frequentes relacionadas à nossa empresa, ao portfólio e contratação dos nossos serviços. Caso a sua dúvida não esteja aqui respondida, não hesite em nos contatar para que ela possa ser esclarecida por um dos nossos consultores.

+-Qual o motivo do nome ODATA?

Entendemos que esse mercado precisa de empresas de data centers que oferecem robustez e segurança, buscando sempre a redução de riscos para seus clientes. Além da tecnologia de ponta aplicada, os serviços de data center precisam ser planejados e executados baseados sempre em processos muito bem definidos e com muita disciplina. Entendemos, portanto, que disciplina, regras bem definidas e ordem evitam riscos. E o que nos define é ordem, ou melhor, ODATA (ODA = ordem em japonês + DATA = dados em latim).

+-A ODATA pretende atuar em que países da América Latina?

Estamos iniciando nossas operações no Brasil, mas nosso objetivo de curto prazo é expandir nossas operações na América Latina, formando, assim, uma plataforma regional visando atender melhor nossos clientes. As possibilidades de crescimento e expansão podem se dar tanto por meio de desenvolvimento do zero como por meio de aquisições. Possuímos expertise para desenvolver os dois modelos.

+-A ODATA já possui preços definidos para seu portfólio de serviços?

Visando atender as demandas específicas de seus clientes, entendemos que, nesse mercado, cada demanda tem suas características e requisitos próprios. Sendo assim, a ODATA desenvolveu um modelo para atender de forma ágil e prática seus clientes por meio de uma interação direta. Entende primeiro a demanda, visando preparar a solução mais adequada e, consequentemente, o preço mais otimizado.

+-Qual é a melhor forma de entrar em contato com a ODATA?

Possuímos dentro do próprio site uma opção para que você possa entrar em contato conosco. O formulário permite selecionar um executivo de negócios para entender sua demanda e endereçar suas necessidades.

+-Quantos data centers a ODATA pretende construir/operar na América Latina?

Não existe um número-limite, vai depender da demanda e das oportunidades encontradas na região. Porém, a ODATA entra nesse mercado para ser um dos principais players, acreditando assim viabilizar/apoiar/sustentar, com seus serviços, o crescimento esperado de tecnologias como Cloud Computing, Internet of Things e Big Data Analytics.

+-Como a ODATA vê a questão da crise energética no Brasil X demanda crescente por energia para data centers?

A questão da eficiência energética é, sem dúvida, um ponto crucial dentro da indústria de serviços de data centers. A ODATA tem forte atenção ao tema e entende ser este um de nossos diferenciais. Por meio de vasto conhecimento prévio e de parceiros qualificados nos apoiando, a ODATA busca desenvolver projetos que, desde sua fase de desenho, enderecem os principais desafios nesta área. Todas as opções são estudadas buscando oferecer aos clientes uma combinação que envolve oferta de grandes volumes de energia e alta densidade dentro de custos finais competitivos, em função da máxima eficiência obtida (baixo PUE). Fontes de energia sustentável também fazem parte desta pauta.

+-Como funciona a governança da ODATA e apuração de SLA junto a seus clientes?

Possuímos um processo de governança pré-estabelecido no qual todas as informações de contatos dos dois lados, atividades operacionais e periodicidade das mesmas, SLAs e escopo de serviços são armazenados em um documento denominado Run Book do Cliente. O mesmo é criado pela ODATA e aprovado pelo cliente no início da relação. Este Run Book será sempre acompanhado por ambas as partes durante o período de prestação de serviços. Reuniões periódicas (normalmente mensais) com o cliente também fazem parte do processo de governança em que são apresentadas as principais métricas do mês, SLAs e discutidos pontos de melhorias.

+-Além de serviços de colocation, a ODATA pretende oferecer serviços de cloud (IaaS)?

Não é nosso objetivo inicial oferecer esses serviços diretamente, somente por meio de nossos parceiros, empresas especializadas e já com larga escala nesses serviços, que estarão hospedados em nossos data centers. Nosso objetivo é oferecer a melhor plataforma de data centers da América Latina para atender aos principais Cloud Providers do mercado.